10 locais a visitar na Islândia

Seljalandsfoss-islandia

A Islândia existe uma quantidade muito grande de locais imperdíveis. Que vão desde cascatas a gueiseres, vulcões a grutas do gelo, lagoas de icebergues a praias de areia preta. Visitá-los todos numa só viagem é impossível, no entanto fizemos uma seleção de alguns dos locais que consideramos o top 10 dos pontos de interesse da Islândia. Faça uma seleção de acordo com os seus gostos e parta à aventura.

1. Reykjavik

Reykjavik capital da Islândia

Reykjavik é uma cidade pequena mas muito colorida e cheia de vida. Na nossa opinião, não deverá despender de mais de dois dias nesta visita, no entanto, não deixe de visitar alguns dos seus pontos de interesse como a Hallgrímskirka, o Harpa ou o Sun Voyager.

 

2. Lagoa de icebergs e praia de Jökulsárlón

Jökulsárlón-islândia

Esta lagoa formada a partir do degelo do Glaciar Breiðamerkurjökull serviu de cenário para alguns filmes como Batman Begins ou Tomb Raider. Constitui uma das mais belas paisagens islandesas e uma possibilidade de contatar com gelo, mesmo no verão. Na lagoa operam algumas companhias turísticas que o guiam por entre os icebergues que por aqui flutuam, a bordo de botes ou barcos anfíbios. Outro momento imperdível é caminhar lagoa fora e acompanhar a viagem dos icebergs ate encalharem nas areias pretas da praia com o mesmo nome da lagoa.

 

3. Círculo Dourado

cascata gullfoss na islandia

Conhecido por Golden circle, este é provavelmente um dos circuitos mais visitados da Islândia, nele incluem-se a tríade: parque nacional de Thingvellir/Þingvellir, Património Mundial da Unesco, os fervilhosos e afamados geisers e uma das cascatas mais bonitas do país, a Gulfoss.

 

4. Skogafoss

Skogafoss cascata na Islândia

A cerca de 5 km da localidade de Skógar,  Skógafoss é uma queda de água, uma das maiores da Islândia, com uns imponentes 60 metros de altura e que fica situada costa sul da ilha. Os mais de 500 degraus são uma verdadeira escadaria para o céu que permitem uma vista deslumbrante sobre esta poderosa cascata. Aconselhamo-lo a escolher bem o calçado e a tomar atenção pois os degraus podem ser bastante escorregadios.

 

5. Seljalandsfoss

Seljalandsfoss-islandia

Nas imediações da Skogafoss e bem visível à face da Ring Road, está outra bonita cascata, a Seljalandsfoss, uma das mais conhecidas de toda a Islândia. Esta cascata tem a característica de ter um caminho que lhe permite caminhar por trás da cascata. Leve o seu impermeável para o proteger da força com que a água cai. Nos dias de verão, os mais sortudos podem observar aqui o aparecimento do arco-íris.

 

6. Godafoss

godafoss-islandia

A cascata dos Deuses, deve o seu nome ao facto de no ano 1000, e após a conversão da Islândia ao cristianismo, aqui terem sido lançadas as estátuas dos seus deuses pagãos. Transporta a água do rio Skjálfandafljót proveniente do glaciar Vatnajökull e apresenta uma altura de 12 metros por 30 de largura.

 

7. Parque National de Skaftafell

Parque Nacional Skaftafell, Svartifoss - Islândia

Com os seus 4800 Km2, revela-se uma das paisagens mais incríveis da Islândia. A área que hoje é considerada Parque Nacional é o resultado do constante duelo entre a água e o fogo. Situado no sul da Islândia, entre Kirkjubæjarklaustur e Höfn, é um dos maiores Parques Nacionais da Islândia, ficando apenas atrás do Parque Nacional de Thingvellir. A sua maior atração é a pequena, mas belíssima, Cascata de  Svartifoss, ou Cascata Negra, que surge do topo das suas fascinantes colunas basálticas hexagonais.

Skaftafellsjokull, Islandia

Em Skaftafell existe um variadíssimo número de caminhadas, sendo que os mais importantes o levam a Skaftafellsjokull (o glaciar de skaftafell), Sjónarnípa  e a Svartifoss. Estes percursos têm início no centro de visitantes, onde terá que deixar o seu carro, e onde poderá também montar acampamento. Se pretender uma caminhada no glaciar, mesmo no verão, deverá contatar uma das empresas que aqui operam com antecedência. Relativamente às outras caminhadas, não necessita de o fazer, uma vez que são caminhadas relativamente curtas, de cerca de duas horas, que estão bem marcadas, como tivemos oportunidade de verificar na caminhada para a cascata. Outra atividade que poderá realizar, mas apenas de outubro a março, é visitar a Caverna de Cristal de Svínafellsjökull, uma surpreendente cascata de gelo azul.

 

8. Praia de areia preta de Reynisfjara

praia reynisfjara, islandia

Devido à atividade vulcânica desta ilha, as praias da Islândia foram formadas pelas cinzas das várias erupções. Para quem visita Vik, as suas praias são um marco imperdível. Uma delas é a praia de areia preta de Reynisfjara, uma praia de formações basálticas que impressionam pela sua grandiosidade. Por entre as ondas encontram-se três pilares marinhos de Reynisdragar que contribuem para a paisagem dramática desta praia.
Para quem gosta de observar e fotografar aves, aqui terá a oportunidade de contatar com algumas espécies, como o Puffin e o mergulhão.

 

9. Myvatn

Myvatn, Islândia

Conhecida pelas suas paisagens quase lunares, a zona de Myvatn apresenta o quarto maior lago da Islândia. Formado numa erupção vulcânica há cerca de 2300 anos revela-se, juntamente com as pseudo-crateras de Skútustadir, daquelas paisagens que não parecem deste mundo. Com bastante atividade vulcânica ativa, como é o caso do vulcão Krafla, cuja ultima erupção se deu em 1984, as piscinas de borbulhas de enxofre de Hverir, as fumarolas de Hverarönd em Námafjall e as místicas formações de lava de  Dimmuborgir, esta zona merece a sua visita. Devido à atividade vulcânica muito ativa, aqui situam-se centrais geotérmicas que poderá também visitar.

Myvatn, lagoa de águas termais

Outra atividade que lhe recomentamos nesta área é a ida a Myvatn Natural Baths, uma lagoa de águas termais um pouco mais pequena que a Blue Lagoon mas igualmente agradável, com a vantagem de ter menor afluência turística.

 

10. Kirkjufell e Kirkjufellfoss

kirkjufell, islandia

A icónica montanha de Kirkjufell forma, em conjunto com a cascata com o mesmo nome, uma das combinações mais bonitas da península de Snæfellsnes.
Esta pequena montanha é passível de ser fotografada de diferentes ângulos e em cada um deles a vista será diferente, talvez por isso esta seja a mais fotografada de todas as montanhas da Islândia. A isso se deve também o facto de na mesma paisagem se encontrarem as cascatas de Kirkjufellfoss.